LUA

Partilhar
Quando recebi esse Email não pensei em duas vezes para partilhar vos.
Eu por gostar muito de fotografia e ser um amante fiel da Lua não tinha porque deixar na caixa de entrada ou simplesmente reenviar e não ser visto e apreciado como deve ser.
E como se não bastasse, minha inspiração foi além e selecionei alguns poemas, frases ou trechos para compor essa obra! Deixo aqui então o trabalho maravilhoso desse (a) fotografo (a) que ainda não consegui descobrir o nome nem a origem.

APRECIE SEM MODERAÇÃO!


Venho de Tempos Antigos

Deus pode ser a grande noite escura
E de sobremesa
O flambante sorvete de cereja.
Deus: Uma superfície de gelo ancorada no riso.
Venho de tempos antigos. Nomes extensos:
Vaz Cardoso, Almeida Prado
Dubayelle Hilst... eventos.
Venho de tuas raízes, sopros de ti.
E amo-te lassa agora, sangue, vinho
Taças irreais corroídas de tempo.
Amo-te como se houvesse o mais e o descaminho.
Como se pisássemos em avencas
E elas gritassem, vítimas de nós dois:
Intemporais, veementes.
Amo-te mínima como quem quer MAIS
Como quem tudo adivinha:
Lobo, lua, raposa e ancestrais.
Dize de mim: És minha.

(Hilda Hilst)


- Se existe um Deus, ele não só é um ás em deixar vestígios, mas, sobretudo, um mestre em se esconder. E o mundo não é dos que falam além da conta. O firmamento continua calado. Não há muito mexerico entre as estrelas. Mas ninguém ainda se esqueceu da grande explosão. Desde então, o silêncio reinou ininterruptamente, e tudo o que existe se afasta de tudo. Ainda é possível topar com a Lua. Ou com um cometa. Não espere que o recebam com amáveis clamores. No céu não se imprimem cartões de visita.
( JOSTEIN GAARDER )



Existe, definitivamente, algo extraordinário no avançar e no recuo da maré, no levantar e no descer da lua, e nas mudanças das estações Algo incomum acontece também quando uma pessoa comum atinge o Estado de Buda Indubitavelmente, com o aparecimento dos três obstáculos e quatro maldades, o sábio alegrar-se-á, e o tolo se acovardará.
(Nitiren Daishonin)


Mas que haverá com a lua que sempre que a gente olha é com um novo espanto?
(Mário Quintana)

LUAR
De brejo em brejo,
os sapos avisam:
--A lua surgiu!...
No alto da noite as estrelinhas piscam,
puxando fios,
e dançam nos fios
cachos de poetas.
A lua madura
Rola,desprendida,
por entre os musgos
das nuvens brancas...
Quem a colheu,
quem a arrancou
do caule longo
da via-láctea?...
Desliza solta...
Se lhe estenderes
tuas mãos brancas,
tla cairá...

(Guimarães Rosa)


luiZHENrique dias

Um comentário:

lu henrique dias disse...

Fotógrafo profissional e jornalista científico, Laurent Laveder criou a série Moon Games, composta por diversas imagens que mostram pessoas interagindo com a Lua.

Especializado em fotos do céu, Laveder faz parte do coletivo The World At Night, que reúne 30 dos melhores astrofotógrafos do planeta.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...